10/02/2020

A Cristalização do Mel

Ao contrário do que muitas pessoas acreditam, a maioria dos Méis puros, genuínos, acaba se cristalizando (açucarando) com o tempo.
O Mel contém pequenas partículas de pólen não visíveis ao olho nu. A maior parte das cristalizações dos Méis ocorre pela separação da glicose que é menos solúvel em água do que a frutose e a glicose segregada endurece ao redor dos invólucros dos pólens. 
Portanto, a cristalização é a garantia de que o Mel é puro e natural. A probabilidade da cristalização do Mel aumenta quanto maior o teor de nutrientes dos pólens e também quanto maior porcentagem de glicose no Mel. E esta tendência se acentua sob baixas temperaturas. Portanto, como há variação da porcentagem de glicose em função do tipo de florada, o Mel pode ser facilmente cristalizável ou demorar para se cristalizar.
O importante é que o Mel tanto em estado líquido como no estado cristalizado são absolutamente iguais em termos de propriedades energéticas e nutritivas, não tendo diferença entre um e outro. Quando o Mel cristaliza não há variação no seu sabor e nutrientes.
Desde que o Mel seja genuinamente puro e natural, cedo ou tarde irá se cristalizar. O Mel cristalizado fica cremoso e delicioso, podendo ser apreciado o seu verdadeiro sabor, aroma e fragrância passando-se em pão, torradas ou biscoitos.

Receba Descontos Especiais e Ofertas Exclusivas em seu E-mail